O Threads não foi criado para notícias e política, afirma CEO do Instagram

Notícias Políticas

“Não vale a pena entrar nessa área para aumentar o engajamento ou a receita”, afirmou Adam Mosseri, CEO do Instagram, em relação à inclusão de posts sobre política e hard news na plataforma. Segundo Mosseri, encorajar esse tipo de conteúdo traz mais escrutínio, negatividade e riscos à integridade da plataforma.

Ele ressaltou que existem outras comunidades, como esportes, música, moda, beleza e entretenimento, capazes de criar uma plataforma vibrante sem recorrer à política e às notícias. A Meta, empresa-mãe do Instagram, tem buscado se distanciar das notícias e da área política, reduzindo o conteúdo político no Facebook e eliminando a palavra “Notícias” do seu feed em resposta a uma lei canadense.

Fonte: TudoCelular


Mais tarde, o CEO do Instagram, Adam Mosseri, esclareceu sua resposta inicial, afirmando que o Threads não pretende desencorajar ou diminuir o conteúdo noticioso e político, mas não pretende “flertar” com eles da mesma forma que o Facebook fez no passado. Ele reconheceu que no início dos anos 2010, houve pressa em prometer coisas com o Facebook, e seria um erro repetir essa mesma abordagem.

Fonte: Business Insider

Embora o Threads seja uma resposta ao Twitter, Mosseri pretende ir além disso. Segundo ele, o objetivo não é substituir o Twitter, mas sim criar uma praça pública para as comunidades do Instagram que nunca adotaram o Twitter, bem como para as comunidades no Twitter (e outras plataformas) que estão interessadas em um ambiente menos agressivo.