Famosos, incluindo Regina Casé e Pascoal Conceição, prestam homenagem a Zé Celso durante velório em São Paulo

Notícias dos Famosos

Lamentável notícia: Famosos prestam homenagens no velório de Zé Celso em São Paulo

O velório do renomado diretor e dramaturgo Zé Celso Martinez Correa, falecido aos 86 anos, atraiu a presença de diversos artistas e personalidades conhecidas. Regina Casé, Pascoal Conceição, Júlio Andrade, Leopoldo Pacheco e outros famosos marcaram presença no Teatro Oficina, em São Paulo, onde ocorre o velório. O evento, aberto ao público, teve início na noite de quinta-feira (6) e seguirá até às 9h desta sexta-feira (7).

Com o objetivo de permitir que todos possam se despedir do artista, filas foram organizadas para facilitar o acesso ao teatro. A presença de tantas figuras influentes do mundo artístico é uma prova do impacto que Zé Celso deixou na cultura brasileira. Sua partida é uma perda irreparável, e a comunidade artística se une para prestar suas últimas homenagens e celebrar sua trajetória brilhante.

Fonte: UOL

A família de Zé Celso ainda não confirmou o horário de sepultamento do diretor e dramaturgo. Assim que essa informação estiver disponível, o texto será atualizado.

Zé Celso estava internado na UTI do Hospital das Clínicas, em São Paulo, após ter sofrido queimaduras em 53% do corpo devido a um incêndio em sua residência. Acredita-se que o incêndio tenha sido causado por um aquecedor elétrico na madrugada do dia 4 de julho. A tragédia abalou a comunidade artística e o legado deixado por Zé Celso será lembrado e celebrado por sua contribuição única para a cultura brasileira.

Fonte: Metrópoles

O Teatro Oficina foi preenchido por fãs e amigos de Zé Celso na noite de quinta-feira (6) durante a vigília em homenagem ao renomado dramaturgo. O ambiente estava repleto de pessoas vestidas de branco e cantando, criando uma atmosfera festiva. A vigília contava com bebidas e comida, proporcionando um momento de celebração da vida e obra de Zé Celso.

No centro do teatro, foram colocadas coroas de flores como uma forma de homenagem ao dramaturgo. Durante a vigília, Marcelo Drummond, marido de Zé Celso, recebia consolo e apoio dos presentes. Por volta das 21h30, a organização solicitou a colaboração de todos na limpeza, recolhendo latas de cerveja para liberar passagem para o corpo de Zé Celso.

A presença maciça de admiradores e a atmosfera de festa evidenciam a importância e o impacto que Zé Celso teve no cenário artístico brasileiro. Sua partida deixará uma lacuna no mundo das artes, mas seu legado perdurará como inspiração para futuras gerações.