Polícia de São Paulo encontra viatura falsa usada em golpes contra condomínios

Notícias Policiais

No sábado, a polícia recebeu uma denúncia e localizou a viatura falsa em um estacionamento. Os dois criminosos que utilizavam o veículo conseguiram fugir antes da chegada dos policiais. A viatura clonada foi apreendida para investigação.

Os golpes envolvendo viaturas policiais falsas têm deixado os condomínios em alerta. Os criminosos se passam por policiais civis ou militares e tentam ganhar acesso aos prédios para cometer roubos. Os moradores têm sido orientados a verificar cuidadosamente a identificação dos agentes e a entrar em contato com as autoridades para confirmar a veracidade das abordagens.

As autoridades estão investigando os casos e intensificando a segurança nos condomínios para prevenir novos golpes. É importante que os moradores fiquem atentos e sigam as orientações das forças de segurança para garantir a sua própria segurança e a dos demais residentes.

Fonte: UOL


Durante a tentativa de invasão em Moema, os suspeitos utilizaram uma viatura policial falsa e alegaram ter um mandado judicial para entrar no edifício. No entanto, um funcionário desconfiou da situação e informou que acionaria a Polícia Militar para acompanhar a ação. Essa atitude fez com que os criminosos desistissem do plano.

Ainda não foi confirmado se a viatura apreendida neste fim de semana é a mesma utilizada na tentativa de invasão em Moema. A Polícia Civil está investigando o caso para identificar os envolvidos e esclarecer se há alguma conexão entre os dois incidentes.

Esse tipo de crime, em que golpistas se passam por policiais para cometer roubos, tem colocado os condomínios em alerta e ressaltado a importância de verificar cuidadosamente a identificação dos agentes de segurança. É fundamental seguir as orientações das autoridades e acionar a polícia em caso de qualquer suspeita.

Fonte: Meia Hora

No estacionamento localizado no bairro do Limão, além da viatura clonada, a polícia apreendeu dois pares de placas veiculares, um carregador para arma 9mm e documentos falsificados. Todo o material foi encaminhado para a perícia, a fim de auxiliar nas investigações.

A responsabilidade pela investigação está a cargo do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), por meio do 95º Distrito Policial (Heliópolis), que busca identificar e localizar outros suspeitos envolvidos nesse crime.

O delegado Roberto Monteiro, conhecido por liderar ações de combate ao tráfico de drogas na Cracolândia, no centro da cidade, gravou um vídeo com dicas de segurança após o incidente em Moema. O material tem sido compartilhado em grupos de moradores da região e inclui recomendações importantes para a proteção.