“Chefe do Banco Mundial convoca CEOs para auxiliar em iniciativa de ‘laboratório’ de financiamento climático”

Notícias do Mundo

O Banco Mundial anunciou hoje os 15 presidentes-executivos que farão parte do “Laboratório de Investimento do Setor Privado”, uma iniciativa liderada pelo presidente da instituição, Ajay Banga, com o objetivo de mobilizar mais capital privado no combate às mudanças climáticas.

O laboratório começará suas atividades nas próximas semanas, focando inicialmente na expansão do financiamento para a transição para energia renovável e a infraestrutura associada. O anúncio foi feito durante uma reunião climática no Reino Unido, que contou com a presença do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e do rei britânico, Charles.

O grupo inclui financiadores e gestores de ativos com ampla experiência no setor privado, e sua participação será fundamental para impulsionar o investimento e promover soluções sustentáveis para enfrentar as mudanças climáticas. O Banco Mundial está comprometido em fortalecer a colaboração com o setor privado e mobilizar recursos adicionais para enfrentar os desafios climáticos globais de forma eficaz.

Fonte: Outlook India

Ajay Banga anunciou essa iniciativa durante uma cúpula global de finanças realizada em Paris no mês passado, ao lado de Mark Carney, o enviado especial da ONU para a ação climática, e Shriti Vadera, presidente da Prudential. O anúncio feito nesta segunda-feira revelou outros participantes que se juntarão à iniciativa.

Tanto o Banco Mundial quanto os presidentes-executivos trabalharão juntos para desenvolver, testar, implementar e, em última instância, ampliar estruturas de financiamento que possam mobilizar o capital privado de forma mais eficaz. Essa colaboração visa impulsionar os investimentos necessários para enfrentar os desafios climáticos globais. Mark Carney afirmou em comunicado que o objetivo é fortalecer e expandir as estruturas financeiras que possam mobilizar capital privado para lidar com as mudanças climáticas de maneira eficiente.

Fonte: NeoFeed

Além disso, outros executivos importantes participarão do “Laboratório de Investimento do Setor Privado”, incluindo Thomas Buberl, da AXA; Larry Fink, da BlackRock; e Noel Quinn, do HSBC.

Ajay Banga destacou que os resultados não serão imediatos, mas se a iniciativa for bem-sucedida, o grupo tem o potencial de desencadear investimentos significativos que gerarão empregos e melhorarão a qualidade de vida das pessoas em todo o Sul Global. Ele ressaltou que essa é a forma mais eficaz de acabar com a pobreza e que o projeto tem o objetivo de promover um impacto positivo duradouro.