“Carlos critica presidente do seu partido por criticar Bolsonaro: ‘Essa raça'”

Notícias Políticas

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) expressou seu descontentamento em relação ao presidente do seu próprio partido, o deputado federal Marcos Pereira (SP), devido aos comentários do dirigente partidário sobre o isolamento político de Jair Bolsonaro (PL). A controvérsia surgiu quando Carlos compartilhou uma resposta que deu a uma seguidora mencionando a entrevista de Pereira ao jornal O Globo. Em sua resposta, ele escreveu: “Tudo pela democracia!!! Viva a crença em Deus”.

Fonte: Estado de Minas


Em declaração ao jornal O Globo, Pereira caracterizou Bolsonaro como um líder de extrema direita e afirmou que ele está atualmente isolado. Essa declaração veio à tona após o ex-presidente se envolver em um desentendimento com o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), devido à reforma tributária. É importante destacar que Pereira apoiou a reeleição de Bolsonaro e é aliado de Tarcísio. Ele enfatizou que essa facção política tem ganhado mais influência e poder devido às palavras e ações do presidente Jair Bolsonaro, e agora expressam essas opiniões. Acredito que isso ocorra porque eles realmente acreditam no que defendem!

Fonte: Congresso em Foco


Em 2020, o vereador Carlos Bolsonaro foi reeleito pelo partido Republicanos, fazendo uma escolha diferente de seu pai e irmãos, o deputado federal Eduardo (SP) e o senador Flávio (RJ), que se filiaram ao Partido Liberal (PL). No entanto, de acordo com as regras da Justiça Eleitoral, vereadores e deputados federais e estaduais só podem trocar de partido durante a “janela partidária”, um período de seis meses antes das eleições. Caso ocorra uma mudança antes desse prazo, os políticos correm o risco de perder seus mandatos. Portanto, Carlos só poderia trocar de legenda em 2024. A reportagem está tentando entrar em contato com Pereira por e-mail para obter mais informações.