Atleta do Geração Olímpica e Paralímpica representa o Brasil no Mundial de Ginástica Rítmica na Romênia

Notícias do Mundo

Ginasta paranaense do Geração Olímpica e Paralímpica representa o Brasil no Mundial de Ginástica Rítmica na Romênia

Yumi Moriyama, uma talentosa ginasta de 15 anos, foi convocada para integrar a Seleção Brasileira Juvenil de Ginástica Rítmica e participará do mundial da categoria, que será realizado em Cluj-Napoca, na Romênia, de 7 a 9 de julho. Yumi, bolsista do programa Geração Olímpica e Paralímpica, parte no início do mês em busca de mais uma conquista para o Brasil. A treinadora da seleção brasileira, Juliana Coradine, também recebeu apoio do programa nos anos de 2020 e 2021.

O Geração Olímpica e Paralímpica, programa criado pelo Governo do Estado com o patrocínio exclusivo da Copel, é o maior programa estadual de incentivo ao esporte, oferecendo bolsas financeiras para atletas e técnicos. Atualmente em sua 12ª edição, o programa já investiu um total de R$ 50 milhões ao longo de seus 12 anos de existência.

Yumi, natural de Londrina, iniciou sua trajetória na ginástica aos 6 anos de idade. Em 2022, ela foi convocada pela primeira vez para integrar a Seleção Brasileira Juvenil e participou de todas as competições do ano. Sua primeira grande conquista foi no Pan-Americano, realizado no Rio de Janeiro em julho, onde contribuiu para a conquista de três medalhas de ouro pela equipe brasileira de conjunto, composta por seis atletas.

Fonte: pr

Treinadora da Seleção Brasileira de Conjunto Juvenil destaca conquista no Pan-Americano e objetivos para o Mundial

Juliana Coradine, treinadora da Seleção Brasileira de Conjunto Juvenil, relembra com satisfação a conquista do ouro no Pan-Americano realizado no Rio de Janeiro em 2022, que marcou o fim de um jejum de 22 anos para a equipe. Ela destaca que, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia, com as ginastas treinando em suas casas, todas se uniram em prol do mesmo objetivo.

Para o campeonato mundial, a equipe está focada em aprimorar a qualidade na execução dos movimentos e fazer ajustes em elementos que não foram tão bem no Pan-Americano, visando melhorar a performance e, consequentemente, a pontuação, revela Juliana.

Márcia Aversani, presidente da Federação Paranaense de Ginástica (FPRG), expressa sua satisfação em ter uma ginasta representando o estado no cenário nacional, especialmente com resultados tão significativos. Ela destaca a importância dessas conquistas para o esporte paranaense, mencionando também Maria Eduarda Alexandre, outra ginasta paranaense que agora está competindo na categoria adulta e participará dos Jogos Pan-Americanos em Santiago, em novembro.

Fonte: Linkedin


Denise Golfieri, coordenadora do programa Geração Olímpica e Paralímpica, expressa seu orgulho em ter Yumi como bolsista há quatro anos. Ela destaca a satisfação de acompanhar de perto atletas em busca de seus sonhos e ressalta que o programa tem desempenhado um papel importante na formação de inúmeros atletas e técnicos em diversas modalidades. Esses resultados têm colocado o estado em destaque não apenas no cenário nacional, mas também no cenário mundial.